segunda-feira, 23 de abril de 2012

Livros 2 X O Internet


"Mais vale um bom livro na mao do que uma pagina de internet voando…"
Zeca Camargo

domingo, 15 de abril de 2012

Tufao Lendo... Kafka!


Quem assistiu a essa cena pra la de inusitada, na novela Avenida Brasil, na semana passada? Na hora, me chamou atencao. Tufao, o ex-craque do Flamengo, lendo... Kafka! Claro que se trata de uma dessas criticas bem sacadas que o autor da novela, Joao Emanuel Carneiro, sabe tao bem escrever. Ele brincou com esse cliche de que jogador de futebol e livros sao eternos adversarios. Ficou hilaria.

Carminha: Voce nao vai apagar essa luz, nao? Tá tardissimo.
Tufao: Nao to conseguindo parar de ler esse livro. “Metamorfose”. Sabe qual e a historia? O cara acorda… descobre… e uma barata.
Carminha: Credo!
Tufao: Barata.
Carminha: Isso e coisa da empregada, ne?
Tufao: Ela me emprestou esse livro.

Um exemplo e tanto para muitos ex-jogadores de futebol, nao e?


Fonte e Imagem: Blog do Mauricio Stycer

Leitor Ofensivo



"Tenho livros de cabeceira. Leio sempre dois ou três ao mesmo tempo. Sou um leitor ofensivo, daqueles que lêem para saber o que os outros ainda não sabem. Sou também desprovido de preconceitos. Leio do popular ao erudito com o mesmo prazer. O impresso e o digital"  Washington Olivetto

Livros que Amei


Estreou no dia 20 de março, no Canal Futura, a serie Livros que Amei, criada por Suzana Macedo. O programa apresenta obras marcantes na vida de personalidades como Fausto Fawcett, Hermano Vianna, Sergio Sant’Anna e Adriana Calcanhotto. As personalidades convidadas compartilham lembrancas relacionadas a leitura, habitos e preferencias literarias, revelando tres obras, sobre temas variados, que foram fundamentais na sua formacao, tiveram um papel importante na transformacao de seu modo de pensar e/ou marcaram algum momento de suas vidas. Nao assisti ainda, por motivos obvios, mas estou doido para que algum video do programa caia logo na rede. O proprio Canal Futura poderia fazer essa gentileza. #dicaamiga


Toda terca, as 22h:30.
Canal Futura


Fonte e Imagem: Canal Futura

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Apaixonados por Livros


Descobri, hoje, um site bem bacana, aqui da Holanda, para apaixonado por livro nenhum botar defeito. Chama-se Why I Love This Book (Porque Amo Este Livro) e a ideia dele e bem simples, que cada um expresse o seu amor pelo seu livro favorito, mas sem muito esforco. O internauta so precisa fazer um video de um minuto, contando porque aquele livro e tao especial pra ele. Depois e so enviar para o site e esperar entrar no ar. Molezinha. E ou nao e uma forma bacana e inteligente de promover a leitura? Vou copiar! Nos brasileiros tambem merecemos demonstrar todo nosso amor por esses nossos amigos de todas as horas. Os depoimentos sao em holandes, mas tem tambem traducoes transcritas em ingles. #dicaamiga

sábado, 31 de março de 2012

Abra sua Mente


"Os livros abrem a mente das pessoas. Muito mais que a politica e muito mais que a revolucao" – Maria Laura


Personagem da atriz Julia Feldens, na minisserie Um So Coracao / Rede Globo (2004), de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira

sexta-feira, 30 de março de 2012

Van Gogh, O Leitor



“Gostaria que toda a gente tivesse a faculdade de ler um livro em pouco tempo e guardar dele impressoes nitidas. A leitura assemelha-se a contemplacao de um quadro, tem-se de lhe descobrir depressa as belezas, sem hesitar, e aprecia-lo com seguranca”  Van Gogh

Vincent van Gogh nasceu no dia 30.03.1853 e teve a sua curta vida (37 anos) marcada por muitas tragedias, mas, como todo grande artista, deixou um legado para humanidade de valor inquestionavel. Infelizmente, so vendeu um unico quadro em vida. Hoje, suas obras ultrapassam milhoes e milhoes de dolares, pelo mundo afora. Na sua ultima carta ao irmao Theo, que foi encontrada em seu bolso, apos ter levado um tiro do adolescente Rene Secretan (segundo a sua ultima biografia "Van Gogh: The Life", contrariando a possibilidade de suicidio ate entao acreditada), eis o registro inconteste de sua arte, sem limites: “Ora pois… o meu trabalho, nele arrisco a vida e nele perdi, em parte, a razao”. Vir a Amsterdam e nao ir ao Van Gogh Museum e melhor ficar em casa.

 
;